quinta-feira, 31 de março de 2011

Qual parte da palavra "arrependimento" vocês não entenderam?

Quando Jesus disse em Lucas 13:3, "Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis",e depois repetiu a mesma afirmação palavra por palavra, no versículo 5; você acha que Ele pensou que talvez sua audição  não estivesse boa ou alguma coisa assim? Ou você acha que Ele na verdade quis dizer: "Qual parte da palavra arrependimento vocês não entenderam?"

Parece-me que a igreja contemporânea, com seus líderes contemporâneos, tem a necessidade de que o Senhor Jesus apareça, de repente, no púlpito destas igrejas e repita as mesmas palavras que Ele já havia pronunciado: "Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis", Ele quis dizer isso. Talvez, e eu disse talvez, isso fosse realmente o necessário para que as igrejas e seus líderes levarem a sério esta palavra, que é simples e fácil de entender..."arrependimento."

Uma das coisas que vem correndo solto no mundo religioso de hoje, e pela qual as pessoas deveriam se arrepender, é a imoralidade sexual. A idéia de que um homem e uma mulher, que se autodenominam cristãos, serem considerados membros em pleno gozo de uma congregação, e ainda assim viverem com casos "extraconjugais", envolvendo "amantes" e deixando de lado os papéis de marido e mulher; está acontecendo hoje e isto ocorre à um ritmo galopante. E a todo o tempo, Jesus vem nos alertando: "Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis."

"Deus sancionou o casamento entre um homem e uma mulher, desde o início". (Gênesis 2);
"A mãe de Jesus era casada". (Lucas 2);
"O primeiro milagre de Jesus aconteceu em um casamento". (João 2);
"Um presbítero ou um diácono deve ser marido de uma mulher, e não deve se envolver em casos extraconjugais". (1 Timóteo 3)
"Deus deixou claro que cada cristão deve amar sua esposa (e não outra coisa se não essa), como também Cristo amou a igreja". (Efésios 5)
"Mulheres são instruídas a amar seus maridos (e não a um amigo que tenha conhecido e dormido durante anos)." (Tito 2).

Deus tem alguns termos que ele usa para as pessoas que vivem nesta situação. Tenha em mente que estes foram os termos que o Senhor usou, e não eu. Ele escreveu a Bíblia, não eu. Ele os chama de devassos, Ele os chama de injustos e também os chama de fornicadores. Isto tudo está registrado em 1 Coríntios 6:9-10: "Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus."

Novamente em Gálatas 5:19-21, Deus diz que aqueles que fazem coisas como a fornicação (prostituição, orgias, lascívia...) não estão aptos a herdarem o reino de Deus.

Deus coloca os fornicadores primeiro na sua lista, e inclui também, no mesmo versículo, os homossexuais, os bêbados, adúlteros, ladrões, idólatras, sodomitas e etc. Mas os líderes das igrejas colocam estes nos púlpitos das igrejas para que todos os possam ver. Eles mostram-lhes como seus novos "convertidos", e ao mesmo tempo pedem a congregação para abraçá-los como irmãos e irmãs. E enquanto isso, Jesus vem avisando, "Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis."

Paulo alertou a igreja de Corinto, dizendo que eles foram estúpidamente arrogantes, permitindo que a imoralidade sexual entrasse na igreja do Senhor: "Receio ainda que na minha próxima visita o meu Deus me humilhe diante de vocês e que eu tenha de chorar por muitos de vocês que continuam a cometer os mesmos pecados que cometiam no passado e não se arrependeram da sua imoralidade sexual, nem das relações sexuais proibidas, nem de outras coisas indecentes que faziam." 2 Coríntios 12:21

O que será necessário acontecer em nossas igrejas, para que o Senhor Jesus não tenha mais de repetir estas palavras? "Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis" ?

Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do mundo. Ora, o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus, permanece para sempre.” 1 João 2:15-17

Infiéis, não sabeis que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” Tiago 4:4

Por Stan Butler

4 comentários:

  1. Olá Gabriel tudo bem? estive lendo o seu post é muito oportuno, necessário, urgente que se pregue a verdade como ela é. Em muitas igrejas chamadas evangélicas hoje a busca da Santidade à muito deixou de ser padrão a ser conquistado,trocaram a gloria de Deus, pela do mundo. Hoje só pregam properidade, vitoria, cura, conquistas meramente humanas. Isso é muito triste.

    ResponderExcluir
  2. É verdade, irmão! É triste, infelizmente. Afinal de contas, a síntese do evangelho é o arrependimento e a santidade principalmente, e então é que as vitórias virão - não somente através da busca; mas, com a obediência, a vitória, a prosperidade as curas e as outras promessas do Senhor virão. Não devemos somente culpar os pastores, afinal de contas, muitas vezes, o resultado disso vem também dos membros. O necessário é tomarmos noção do que é a salvação, e as consequências que iremos sofrer na nossa vida se não oberdecermos e andarmos em santidade ao Senhor! A Paz!!

    ResponderExcluir
  3. A paz do Semhor Gabriel! Muito bom o texto! Que Deus te use cada dia mais... Parabéns! http://mulheresnopeniel.blogspot.com

    ResponderExcluir

Comente!